O Sónar Lisboa anuncia as primeiras 24 actuações para 2023

14/12/2022

A música electrónica, nas suas múltiplas e diversificadas formas, está no coração do Sónar Lisboa em 2023.

Os grandes destaques deste primeiro anúncio vão para uma série de AV shows que definem as coordenadas da actual música de dança.  A começar por Folamour, com a sua celebração eufórica da house music; passando por I Hate Models, com um espectáculo criado especialmente para o Sónar Lisboa, que percorrerá as vertentes mais viscerais e cinematográficas do techno; e Max Cooper, com uma actuação AV imersiva, tendo por base o seu mais recente álbum “Unspoken Words”.

Quanto a DJ sets, Mochakk, uma das estrelas mais cintilantes da actual house music; VTSS, com a sua mistura radical de trance, EBM, hardcore e pop music; Acid Pauli, exímio explorador da vertente mais cósmica, psicadélica e aventureira da música de dança; ou Or:la, com uma combinação única de UK bass, breakbeat, techno clássico e até um toque de deep house, marcarão certamente o Sónar Lisboa 2023.

Mas esta edição aposta também nos mais empolgantes live acts dos nossos dias.  Destaque para KiNK, numa mistura dinâmica e energética entre o house e o techno; Héctor Oaks, com uma actuação especial assente na utilização de hardware onde o techno é rei e senhor; e WhoMadeWho, numa combinação de electrónica e jazz com o poder do rock.

Juntam-se ainda Cinthie, com a sua visão moderna do house clássico; DJ Nigga Fox, figura máxima da fusão entre a música da diáspora portuguesa e a electrónica contemporânea; e os Sensible Soccers, cujas melodias pop se constroem num convívio entre a electrónica e instrumentos orgânicos.

Os back-to-backs, voltam em força ao Sónar Lisboa, com actuações de Astra Club, o projecto de DJ Tennis e Carlita que deambula pelo lado mais emocional da música electrónica, e Violet b2b Photonz, dois artistas fundamentais da cena techno/ house underground portuguesa. De outras geografias chegam-nos SHERELLE b2b Kode9 e Skream b2b Mala, nomes incontornáveis da cena britânica, com DJ sets que por certo percorrerão o passado, presente e futuro da UK bass music.

Por fim, local heroes como Rui Vargas e Yen Sung, há longo tempo impulsionadores da música de dança no seu país, juntam-se a uma nova geração de artistas que têm vindo a dar cartas em clubes e festivais de referência, como é o caso de Catarina Silva, Francisca Urbano, Luisa, Shaka Lion e Vil.

Recordamos-te que em 2023, a experiência Sónar Lisboa será mais simples e localizada, com o Sónar by Day e Sónar by Night a terem lugar no Pavilhão Carlos Lopes - Parque Eduardo VII - no centro da cidade. O local do Sónar+D (a ser anunciado em breve) estará situado nas proximidades.

Os bilhetes para o Sónar Lisboa estão já disponíveis. Adquire o teu aqui.